quinta-feira, 21 de maio de 2015

Sobre o meu trabalho!

O meu trabalho é passado entre estudos, ensinar e universidade!
Sou investigadora e professora ao mesmo tempo. Gosto de passar os meus dias a estudar para mim e para os outros. Gosto da sensação de aprender coisas novas todos os dias. Gosto da vida académica!
A parte má é que a minha vida passa-se em concursos atrás de concursos, tenho contratos curtos e cada vez que um contrato termina (como não se desconta, não tenho fundo desemprego), tenho de procurar outro concurso... O último a que me candidatei só saberei os resultados em outubro, mas são esperas que para mim valem a pena e tenho que ter fé em mim e no trabalho que desenvolvo! Esse será o concurso mais importante para mim desde que terminei o mestrado, valerá a minha entrada no doutoramento, com o mesmo pago, e além disso dura 4 anos!
Tentei mudar de vida e entrar no mundo empresarial, mas não consegui, era muito monótono, sempre a fazer a mesma coisa e não me sentia a evoluir em nada!
Acho que quando se faz o que se gosta (mesmo que não seja nas condições ideais) é meio caminho andado para ser bem feito e da melhor maneira possível, 
Devemos lutar pelos nossos sonhos mesmo que à partida sejam complicados e difíceis, estou a dar passos nesse sentido e a nível profissional nunca me senti tão feliz!

22 comentários:

  1. O importante é mesmo estarmos a fazer aquilo que gostamos :) Podemos ter percalços mas no fim do dia ficamos sempre mais felizes!

    ResponderEliminar
  2. Fazes muito bem a nossa realização profissional é muito importante :)

    ResponderEliminar
  3. O que mais importa é que façamos algo de que gostamos mesmo, se o fizermos vamos sempre dar o nosso melhor e sentirmo-nos realizados. Espero que esse resultado em Outubro seja favorável para ti :)

    ResponderEliminar
  4. é assim mmo, lutar pela nossa realização profissional! uma parte mt importante da nossa vida!
    beijinhos

    coisasquetaiseafins.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  5. O que importa é estares feliz a fazer o que fazes! E boa sorte para o resultado em Outubro xx

    ResponderEliminar
  6. Agora no fim do doutoramento e um mês de acabar a bolsa FCT, diria que já gostei mais do que faço do que gosto hoje! Estar a uns meses de fazer 31 e ao fim ao cabo, não existes em termos de sociedade, porque és bolseira nenhum banco te deixa comprar um carro ou uma casa. Depois passas os dias com o coração nas mãos, porque passas a vida a concorrer a bolsas e projectos e sem saber o que vais fazer da vida no ano seguinte... e sendo que nesta casa somos os dois assim nesta situação a coisa piora.
    E depois no fim de contas trabalhar mais que os outros, até nem ganhas mal e dá para teres uma vida mais ou menos aceitável mas isso dura x meses ou x anos e depois?! Bem depois não sabes bem!

    Estamos nisto desde 2007 e ainda hoje me pergunto, mas que raio de ideia que tivemos os dois em seguir a investigação :)

    ResponderEliminar
  7. Sabes? É um luxo conseguir fazer o que nos faz feliz. Sou professora licenciada e com mestrado pre bolonha, há 5 anos deixei o ensino para entrar no mundo empresarial.... hoje tenho imensas saudades de uma sala de aulas!

    ResponderEliminar
  8. Eu adoraria ter uma bolsa ainda mais de doutoramento...bem tentei mas infelizmente na minha área não há nada e o pouco que há são 100 cães a um osso =P Mas pronto também gosto do que faço e estou bastante contente a fazer isto =)
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  9. Só te desejo que nunca desistas dos teus sonhos, olha para mim, não estudei mais que o 12º ano, fiquei na mesma empresa durante 23 anos, se tivesse procurado aquilo que poderia gostar, mais cedo, mais nova, só me tinha feito bem.
    Mas sou feliz na mesma, por isso não desistas vai à luta!!!!
    Sê feliz , beijinho

    ResponderEliminar
  10. Nunca desistas, fazer o que se gosta é muito importante. Força :)

    ResponderEliminar
  11. Se calhar o que falta aos portugueses para serem tão produtivos quanto os alemães, é sentirem-se felizes com o que fazem. Mas nós nascemos com boca e, por vezes, a necessidade é mais forte que a felicidade... :/

    ResponderEliminar
  12. Nunca devemos desistir de lutar por aquilo que sonhamos e nos faz feliz! E não há nada mais aborrecido do que trabalhar em algo que não nos revemos ... Boa sorte para Outubro e força! :)

    ResponderEliminar
  13. Três aninhos? Como o tempo voa e é bem verdade :')
    Tiraste mestrado em que área?

    Desistir está sempre fora de questão. Identifico-me imenso com o teu gosto pelo ensino e pela vida académica e é esse gosto que me faz querer fazer doutoramento :D

    NEW OUTFIT POST
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  14. Como eu a entendo...é bem verdade, não há nada melhor do que trabalhar-mos naquilo que realmente gostamos. É um pesadelo saber que todos os dias temos que nos levantar para trabalhar em algo que nada tem a ver connosco.
    Boa sorte.

    Isabel Sá
    https://brilhos-da-moda.blogdpot.pt


    ResponderEliminar
  15. Como eu a entendo...é bem verdade, não há nada melhor do que trabalhar-mos naquilo que realmente gostamos. É um pesadelo saber que todos os dias temos que nos levantar para trabalhar em algo que nada tem a ver connosco.
    Boa sorte.

    Isabel Sá
    https://brilhos-da-moda.blogdpot.pt


    ResponderEliminar
  16. Nossa que legal, ameiii te conhecer um pouco mais, que delicia de profissão, muito legal essa troca de aprendizado =)
    Blog da Joanna

    ResponderEliminar
  17. Lutar pelos nossos sonhos é essencial,só assim poderemos ser felizes!! Excelente fim-de-semana para ti,muito boa sorte na tua vida e até breve!!

    ResponderEliminar
  18. Força e sorte!
    Só somos felizes se fizermos o que gostarmos!!
    ;D
    beijoca
    http://mustbepink.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  19. Isso dos concursos é terrível... Espero que consigas ter uma melhor sorte daqui para a frente e consigas continuar a fazer aquilo que gostas!

    ResponderEliminar
  20. Pensamento positivo, vai conseguir! Boa sorte!

    ResponderEliminar